• Nepente

Nepente Indica - Filme!


Nossa indicação de filme é O RETORNO DE BEN protagonizado por Julia Roberts e dirigido por Peter Hedges. Classificação: 14 anos

Sinopse: “Ben (Lucas Hedges, filho do diretor) volta para passar o Natal em casa, para a felicidade da mãe, Holly (Julia Roberts) e dos dois irmãos pequenos, filhos do segundo marido de Holly, mas para a desconfiança de sua irmã Ivy (Kathryn Newton), com quem divide os mesmos pai e mãe. Ele volta de uma temporada numa clínica de recuperação, após quase ter morrido de overdose no Natal passado. Promete que está fora de perigo e que seu cuidador permitiu que ele estivesse lá.

Logo percebemos que o rapaz esconde alguma coisa, enquanto Neal (Courtney B. Vance), segundo marido de Holly, concorda com Ivy em achar que o retorno de Ben ocorreu cedo demais.

Aos poucos, percebemos, um pouco antes da mãe, que as coisas que Ben esconde têm relação com um passado terrível, motivado pelas drogas.

Saber o que mais ele esconde e se está mesmo sem consumir drogas há 77 dias, como diz, é o maior dos problemas de Holly e dos familiares. Até que, na antevéspera do Natal, após uma ida de toda a família à igreja, eles encontram a casa completamente revirada e percebem o sumiço do cachorrinho de estimação, que atende pelo nome de Ponce.

Ben sai pelas ruas geladas à procura de Ponce. Holly o persegue, descobrindo, aos poucos e com os espectadores, em que encrencas seu filho está metido.

Não totalmente bem-sucedido, pois o trabalho com a câmera poderia ser um pouco mais caprichado, o filme tem algumas coisas interessantes, sobretudo na interpretação de Julia Roberts, que cria uma Holly impressionante, ora neurótica, ora sensível.

Outro fator de interesse é a maneira como Ivy, a irmã, representa a consciência da família e do filme, aquela que controla o que deve ser informado e o que deve ficar para depois, quando se deve combater e quando se deve analisar os acontecimentos.

No balanço, ficamos suficientemente interessados na trama a ponto de nos envolver com os personagens —sobretudo com Holly, mais do que com Ben. Afinal, o filme não trata só do vício em drogas pesadas. Fala também da maternidade e de seus desafios.” https://www1.folha.uol.com.br/am

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo